quarta-feira, 1 de julho de 2009

les petites torquemadas


Daniel Luís "dissidências" é uma águia atenta, em vias de extinção.
Professor universitário e sociólogo espalha arte pelas redes sociais, blogs e imprensa.
Em centenas de linhas que dele li nunca saltou uma palavra acintosa, um julgamento de valores, acusações baratas ou baixa politiquice.
A sua criatividade lúcida e inesgotável sentido de humor - só no êxtase dos predestinados - dispensa o humor fácil, banal, brejeiro e putrefacto que grassa por aí.
É o dom que possui que incomoda e inveja muita gente.
Daniel Luís nunca precisou do lambecuzismo, da cunha e de holofotes para ser genial.
Nunca foi um animal mediático, que as pseudoelites provincianas salivassem a cada esgar.
Tenho-o como um Homem sério, inteligente, de convicções. Uma peça rara e distinta.
Como tal, a abater.
A súmula da questão poderá ser consultada nos links abaixo.

Da minha parte um apoio incondicional ao Daniel Luís.

E um repúdio - recheado de convites a processos judiciais por difamação - a meia dúzia de pequenos torquemadas com tiques infantis de coprofagia que se masturbam pelo falso poder que julgam ter, com complexos de inferioridade mal resolvidos, com a inveja típica dos que cá andam eunucos a tentar que quem copula não o faça, com responsabilidades éticas e sociais que desdenham e cospem, com a degradante e indesculpável postura de selvagens aburguesados, com moralismos mentirosos encapuzados, com perigosos delírios do mais fino cariz neonazi.



Links
blog do Daniel Luís: http://sol.sapo.pt/blogs/dissidencias/default.aspx
facebook: http://www.facebook.com/daniiluis
twitter: http://twitter.com/dissidencias
artigos diversos: http://sol.sapo.pt/blogs/dissidencias/archive/tags/CENSURA/default.aspx ou http://www.facebook.com/group.php?gid=99524567266

2 comentários:

Anónimo disse...

Há algo que ainda me faz confusao... Indepedentemente dos seus colegas, quantas publicacoes científicas publicou Daniel Luís? Pelo que me parece, zero desde que iniciou o doutoramento. Estou a concluir doutoramento numa Universidade estrangeira, ao fim de 4 anos tenho dois artigos como primeiro autor, ambos em revistas de razoável factor de impacto (>5), e tenho tb um artigo como segundo autor. No entanto foi-me pedido para terminar de escrever pelo menos mais uma publicacao e até a poder acabar tenho estado no mais perfeito desemprego - por acaso alguém me ouve a queixar? O meu tempo acabou, acabou! Nada de lamúrias - o q importa é acabar o que se comecou e "sair da mama"! Se a Universidade do Minho permite que pessoas como o senhor Daniel Luís prolonguem de forma aberrante o doutoramento entao passa-se algo muito errado na UM!

Miguel Barroso disse...

ó caro anónimo:
é a primeira e única vez que lhe responderei.
porque detesto anónimos. porque detesto gente invejosa e pequenina.
que você não se queixe, é consigo e só consigo. siga o seu percurso e deixe lá o dos outros. se o Daniel publica ou não é com ele, e não consigo.
pelos vistos a pequenez de espírito e a mediocridade intelectual vão com os portugueses para todo o lado, incluindo para universidades estrangeiras.
quem lhe disse que o nº de publicações equivalem ao valor?
não meça tamanhos de pénis como se faz na préadolescência.
ou nunca ninguém lhe disse que o seu desempenho é lá consigo e com quem queira?

não gosta do que escrevi coma menos. não se preocupe com o que escrevo, vá publicar.

mas se é, como parece, um daqueles personagens escatológicos que gosta sempre de ficar com a última palavra, comente para aí o que escrevi.